Você conhece a história do Catecismo da Igreja Católica?

Exposição orgânica da fé da Igreja e da Doutrina Católica, o Catecismo é essencial para a edificação dos fiéis

Todos nós ao menos já ouvimos falar sobre o Catecismo da Igreja Católica. Mas você já parou para pensar qual é a sua história?

A Edições CNBB preparou uma viagem no tempo acompanhando essa importante obra da fé católica e muito mais. Aproveite!

Breve linha do tempo dos Catecismos da Igreja

1566

Catecismo Romano ou Catecismo do Concílio de Trento

No século XVI já havia muitos livros escritos pelos conhecedores da doutrina e da fé cristã. Porém, nessas edições, faltava certa unidade de plano. Não havia terminologias e linguagens próprias e, por isso, as diversas publicações poderiam vir a comprometer a exatidão na exposição da doutrina e dos ensinamentos.

Tendo em vista essa preocupação, o Papa Paulo III convocou o Concílio de Trento, que pretendia esclarecer determinados assuntos da fé católica e da Igreja. Realizado na cidade de Trento, na Itália, entre 1545 e 1563, ele também marcou o início de uma tentativa de colocar por escrito a Doutrina Católica. O texto viria a ser chamado de “Catecismo”. O Catecismo do Concílio de Trento, vulgarmente chamado de Catecismo Romano, foi promulgado pelo Papa São Pio V em 1566 como resultado desse processo conciliar.

O Catecismo Romano foi o Catecismo oficial de toda a Igreja desde sua promulgação, em 1566, até a publicação do Catecismo da Igreja Católica em 1992.

1912

Catecismo de São Pio X ou Catecismo da Doutrina Cristã

Esse Catecismo, escrito pelo Papa São Pio X em 1912, tinha a função de resumir o Catecismo Romano. Foi um importante meio de popularizar o magistério da Igreja Católica e de tornar os católicos mais formados acerca da própria fé. Ele é chamado oficialmente de “Catecismo da Doutrina Cristã”, mas ficou conhecido como “Catecismo de São Pio X”, visto seu ilustre autor.

Pequeno e simples, o Catecismo de São Pio X continua ainda válido, como o Cardeal Joseph Ratzinger, que mais tarde viria a se tornar o Papa Bento XVI, disse em 2003: “a fé como tal é sempre idêntica. Portanto, o Catecismo de São Pio X conserva sempre o seu valor. O que pode mudar é a maneira de transmitir os conteúdos da fé”.

1992

Catecismo da Igreja Católica (Edição Típica Vaticana)

Em 1985, o Papa São João Paulo II convocou uma Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para tratar, na vida da Igreja, sobre os frutos do Concílio Vaticano II, concluído em 1965. Na ocasião, muitos Bispos manifestaram o desejo da promulgação de um novo Catecismo. Em 1986, iniciou-se o caminho de elaboração do novo Catecismo, com a nomeação da Comissão de Cardeais e Bispos por São João Paulo II para trabalharem nessa empreitada.

O Catecismo da Igreja Católica que conhecemos e consultamos hoje foi apresentado oficialmente à Igreja e ao mundo em dezembro de 1992. Esse Catecismo, disse São João Paulo II na Constituição Apostólica Fidei Depositum, é um instrumento para a obra de renovação da vida eclesial inteira, querida e iniciada pelo Concílio Vaticano II.

Essa edição, também chamada de Típica Latina ou Típica Vaticana, é a autorizada exposição da única e perene fé apostólica que serve como instrumento válido e legítimo ao serviço da comunhão eclesial e como texto de referência para uma catequese renovada nas fontes vivas da fé.

Em 2022, o Catecismo da Igreja Católica completa 30 anos! Um pequeno spoiler: aqui na Edições CNBB teremos novidades, então fique ligado(a). Para saber um pouco mais do que vem por aí, leia este post até o final! 😉

Tira-dúvidas!

O que é o Catecismo?

O Catecismo é o texto de referência, seguro e autêntico, para o ensino da Doutrina Católica. Por isso, é oferecido a todos os fiéis que desejam se aprofundar no conhecimento das riquezas inexauríveis da salvação. É a fonte mais segura para o serviço da Catequese.

O que significa “Catequese”?

É o conjunto de esforços empreendidos pela Igreja para formar discípulos, para ajudar homens e mulheres a crerem que Jesus é o Filho de Deus, a fim de que, por meio da fé, tenham a vida em nome dele e para educá-los e instruí-los nessa vida, e assim construir o Corpo de Cristo.

Para quem é destinado o Catecismo?

Aos responsáveis pela Catequese: em primeiro lugar aos Bispos, como mestres da fé e pastores da Igreja. É oferecido a eles como instrumento de cumprimento do seu ofício de ensinar o Povo de Deus. Em subsequência, por meio dos Bispos, ele se destina aos redatores de catecismos*, aos presbíteros, aos catequistas e também é útil para todos os demais fiéis cristãos.

*Você sabia? De acordo com o Código de Direito Canônico, compete ao Bispo diocesano estabelecer normas acerca do ensino da catequese e prover que se encontrem disponíveis os instrumentos apropriados para a catequese, preparando até um catecismo, com autorização prévia da Sé Apostólica, se julgar oportuno.

Qual a estrutura do Catecismo?

Ele é dividido em quatro partes: o Credo, a sagrada Liturgia, o agir cristão e, por fim, a oração cristã.

Na primeira parte, é tratado o mistério cristão, que é o objeto da fé, com a Profissão de Fé do Credo. Na segunda parte, os sacramentos tomam o primeiro plano ao falar da Liturgia e o que professamos com a Celebração do Mistério Cristão. Na terceira parte são expostos os Dez Mandamentos, dentre outros pontos, guias para amparar os filhos de Deus em suas vidas em Cristo. Por último, na quarta parte, discorre sobre a oração cristã, que deve ser o alimento da nossa vida espiritual.

Quais as fontes do Catecismo?

A Sagrada Escritura, os Santos Padres, a Liturgia e o Magistério da Igreja.

Por que ele é importante?

O Catecismo foi pensado como uma exposição orgânica de toda a fé católica, testemunhada ou iluminada pela Sagrada Escritura, pela Tradição apostólica e pelo Magistério da Igreja. Foi entregue aos fiéis para servir como um texto de referência seguro e autêntico para o ensino da Doutrina Católica, que consente a todos conhecer o que a Igreja professa, celebra, vive e prega na sua vida cotidiana.

Quem escreveu o Catecismo da Igreja Católica?

Ele é fruto de uma colaboração de todo o Episcopado da Igreja Católica. Por isso, ele reflete a natureza colegial e sinodal do Episcopado: testemunha a catolicidade da Igreja.

Conheça as publicações relacionadas

Compêndio do Catecismo da Igreja Católica – 2005

O Compêndio do Catecismo da Igreja Católica, publicado em 2005, pretende ser um resumo do Catecismo da Igreja Católica. Ele tem o formato de perguntas e respostas e sintetiza os principais elementos da Doutrina Católica.

Foi elaborado por uma comissão presidida pelo então Cardeal Joseph Ratzinger, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. A estrutura desse Compêndio é exatamente a mesma do Catecismo da Igreja Católica, sua fonte.

O então Papa Bento XVI, na publicação do Compêndio, afirmou que essa obra, como o Catecismo, é um instrumento fundamental na nova evangelização: “[…] pela sua brevidade, clareza e integridade, dirige-se a todas as pessoas, que, num mundo caracterizado pela dispersão e pelas múltiplas mensagens, desejam conhecer o caminho da vida, a verdade, confiada por Deus à Igreja do Seu Filho.”

Youcat – Catecismo Jovem da Igreja Católica – 2011

O Youcat é uma obra de 2011 que visa ajudar os jovens. Também chamado de Catecismo Jovem da Igreja Católica, o livro é redigido em forma de conversa, para facilitar a leitura e a compressão dos temas mais importantes da fé.

Ficou interessado(a)?

Confira nossa categoria “Catequese” no site!

Para um atendimento personalizado, fale com um de nossos consultores!

Quem gosta do Catecismo, também vai gostar de:

Symbolum – Percursos e Aprofundamentos sobre o Catecismo da Igreja Católica

Symbolum propõe uma leitura sintética, por relevância e centralidade dos temas, de todo o articulado patrimônio de fé contido no Catecismo da Igreja Católica. O objetivo é aproximar, o máximo possível, o fiel dos conteúdos fundamentais do Cristianismo, que permanecem, infelizmente, para muitos, como um “grande desconhecido”. As páginas do volume pretendem também, de algum modo, responder àquelas que são possivelmente as mais frequentes e mais específicas perguntas que a prática cotidiana e o ensinamento da fé põem para cada um.

Adquira agora no site da Edições CNBB.

O Catecismo ao Alcance de Todos: Uma Síntese do Catecismo da Igreja Católica

Dom Zeno Hastenteufel, Bispo de Novo Hamburgo-RS (2007-2022), coloca à disposição das dioceses do Brasil seus estudos sobre o Catecismo da Igreja Católica. Esta publicação é uma contribuição concreta para o estudo e o aprofundamento da fé, da teologia dos Sacramentos, da assimilação da moral cristã e da difusão sempre maior do espírito de oração (eixos principais do Catecismo), com as diferentes metodologias de como se pode entrar em comunicação com Deus.

Adquira agora no site da Edições CNBB.

.

.

.

Comemorando os 30 anos de publicação: um novo design para o Catecismo no Brasil!

%d blogueiros gostam disto: