Estudo demonstra que a suspensão das atividades religiosas reduzirão em 9,7% as hospitalizações e 2,6 % as mortes no país, por COVID-19.

Um estudo publicado pela Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação da CNBB sobre a restrição da participação dos fiéis nas missas, feito a partir de um modelo matemático, demonstra que já foram evitados um grande número de infecções, hospitalizações simultâneas e mortes no país. Leia a matéria na íntegra para saber mais dos apontamentos.